Comic World

Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Ir em baixo

Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por L Mars em Seg Jun 06, 2011 7:17 am

Descrição: Telefonaram a informar-te que está a ocorrer um arrastão na mesma que praia que te encontras. Parece que o gang está um pouco confuso com a situação, e está a irritar mais as pessoas que propriamente a roubar. Ajuda as pessoas, ou ajuda o gang, e quem sabe se não consegues receber algo.

"Meu está a haver um arrastão agora mesmo! Parecem uns tótós a roubar as pessoas. Até metem dó..."
- Amigo (por telemovel) -
Nota: Poderão "receber" o dinheiro no final da missão mesmo que o roubem.

Pessoas Minimas Inscritas: 2
Pessoas Máximas Inscritas: 3
Recompensa: 750 Caps

Pessoas Inscritas:

  • Alice DuBois (Iryo-nin)
  • Marcelle Almeida (Eve F.)
  • Nox (Tixa)

__________________________________

avatar
L Mars
Fundador
Fundador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 799
Idade : 25

Ficha do personagem
Nome: Talia Nox
Localização: Nova Iorque, EUA
Dinheiro: 1000 Caps

Ver perfil do usuário http://comicworldold.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Iryo-nin em Seg Abr 09, 2012 3:52 am

A Dra. DuBois conseguiu uma vaguinha na agenda para ir à um "congresso de medicina" e se inscreve nessa missão.

(Tem poderes meio inúteis, mas vamos ver o que é que dá xD )
avatar
Iryo-nin
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 63

Ficha do personagem
Nome: Alice DuBois
Localização: Brasília, Brasil
Dinheiro: 750 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Eve F. em Ter Abr 10, 2012 7:15 am

Opa, Marcelle está dentro ^^
avatar
Eve F.
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 234
Idade : 25

Ficha do personagem
Nome: Marcelle Almeida
Localização: Recife, Brasil
Dinheiro: 750 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Tixa em Qua Abr 11, 2012 2:47 am

Nox is in too. :3
avatar
Tixa
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 228
Idade : 25
Localização : Na tua casa de banho

Ficha do personagem
Nome: Catriona Isabel MacKenna Pedrosa
Localização: Lisboa, Portugal, Europa
Dinheiro: 1000 caps

Ver perfil do usuário http://pordosolinvertido.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Eve F. em Qua Abr 11, 2012 4:57 am

Inscrita xD
ordem de postagem
1- Me
2- Tixa
3- Iryo

let's go o/

avatar
Eve F.
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 234
Idade : 25

Ficha do personagem
Nome: Marcelle Almeida
Localização: Recife, Brasil
Dinheiro: 750 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Iryo-nin em Ter Maio 08, 2012 11:48 am

Y entonces, como ficamos? xD

(Estou mesmo disposto a escrever se for o terceiro, mas vocês decidem se continua ou não^^)
avatar
Iryo-nin
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 63

Ficha do personagem
Nome: Alice DuBois
Localização: Brasília, Brasil
Dinheiro: 750 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Suaztik em Qua Maio 09, 2012 1:03 am

Se as meninas não se importarem de ficares para terceiro, podem começar.
avatar
Suaztik
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 531
Idade : 22
Localização : under your bed

Ficha do personagem
Nome: Kayzuke Takai
Localização: Miami, EUA
Dinheiro: 250 Caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Eve F. em Qua Maio 09, 2012 1:06 am

God, essa missão já está pendente há semanas D=
Iryo, fica, fica *-*. Já iniciei o post de introdução, na verdade falta só um pouquinho para terminar, e já coloquei a Drª DuBois Smile
E peço milhões de desculpas novamente à Tixa Embarassed
avatar
Eve F.
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 234
Idade : 25

Ficha do personagem
Nome: Marcelle Almeida
Localização: Recife, Brasil
Dinheiro: 750 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Suaztik em Qua Maio 09, 2012 1:44 am

Então a ordem de postagem fica como estava... Quando quiserem
avatar
Suaztik
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 531
Idade : 22
Localização : under your bed

Ficha do personagem
Nome: Kayzuke Takai
Localização: Miami, EUA
Dinheiro: 250 Caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Eve F. em Ter Maio 22, 2012 5:16 am

O dia estava quente, como sempre estava em fins de novembro. As pessoas procuravam uma sombra qualquer ou mergulhavam no mar, enquanto os comerciantes da orla de Boa Viagem ganhavam seu trocado vendendo água mineral ou de coco, entre outros produtos... Ainda não era verão oficialmente, mas Recife não era dessas cidades que tinham primavera ou outono, pois eram seis meses de chuvas e seis meses de sol durante o ano inteiro. Também as aulas ainda não haviam acabado, então naquela quarta-feira o movimento era fraco, e por isso fiquei olhando o mar. Chegou um grupo de turistas, e a dona do quiosque onde trabalhava naquele momento mandou-me atendê-los:
- Bom dia, em que posso servi-los? – eu dizia simpática e maquinalmente.
- Ah, por favor, uma água de coco para mim. E vocês? – dizia uma jovem muito bonita de cabelos cor de sol.
Cada uma das outras pessoas - que eram um total de sete contando-se a loira – realizaram seus respectivos pedidos. Anotei-os, e encaminhei à cozinheira, enquanto ouvia os pensamentos dos clientes. Eram médicos, estavam em uma convenção em Recife, pelo que pude perceber, mas fiquei ligeiramente irritada quando ouvi duas mulheres pensando mal da loira, a primeira que fez o pedido. Explico: fiquei assim, pois eu também ouvi os pensamentos desta moça, e ela era gentil até onde pude perceber - afinal, quem vai mentir em pensamentos, ainda mais sem saber que a garçonete da praia pode ouvi-los?
As outras mulheres diziam absurdos da loira, que descobri chamar-se DuBois. Afastei-me logo, pois sou bastante nervosa, e não queria perder mais um emprego. Bem, não era exatamente um emprego, mas enquanto não arrumava algo melhor, precisava dele.
Meu telemóvel tocava, e notei que era uma sms de um amigo que trabalhava num quiosque mais ao longe, dizendo-me para tomar cuidado, que estava a ocorrer um arrastão. Olhei na direção do bar onde ele trabalhava, e tinha uma movimentação. De repente chega uma moça que perguntava se vendíamos cigarros, ao que neguei prontamente. Ela ficou ligeiramente irritada, mas agradeceu e ia em direção à movimentação. Preocupada, disse-lhe:
- Hey, ali está a ocorrer um arrastão, melhor tomares cuidado!
- Não precisa preocupar-se, ficarei bem – ela dizia enquanto voltava-me as costas e dava os primeiros passos em direção ao tumulto.
Só que este estava deslocando-se – e para nossa direção. Os clientes estavam receosos do que poderia acontecer, a dona do quiosque já pensava no prejuízo e eu sinceramente, estava completamente parva e alheia à situação. A alguns metros de nós, alguém corria com uma mochila numa mão, enquanto a outra portava um revólver. Mais pessoas armadas pareciam estar com aquele, que parecia a figura principal, e de repente, estancaram:
- Esse relógio não é de granfino, a gente foi calotado! – dizia um homem.
- Mas se a gente está roubando, como que podemos ser calotados? – perguntava um dos homens armados.
- É um debate... – dizia um terceiro.
- Calem-se, assim a gente nunca vai conseguir terminar este arrastão, seus dementes! A polícia não tarda a chegar, vocês sabem como é bairro que tem muitos turistas, os gringos não podem ser roubados e blá blá blá... tsc – gritava o que parecia ser o líder.
- Claro, claro mano. Mas eu quero uma coisa de granfino, esse relógio é de camelô.. Ah se eu pego o dono dele... – tirou a arma da cintura e prosseguiu, dirigindo-se à população: – Vamos lá, digam quem foi o caloteiro que eu dou um prêmio!
- Idiota não temos tempo!
Enquanto eles discutiam entre si, o amigo que mandou-me a sms chegou junto à mim:
- Yo Marcelle, estes caras deviam ser comediantes não? Mato-me de rir ao ver isto.
- É, mas isto não muda o fato de que estão armados e num momento de loucura, podem ferir ou matar alguém – disse, sinceramente preocupada. – Temos de fazer algo enquanto a polícia não chega!
- Tsc Marcelle, não temos super-poderes para salvar o mundo...
- Eu farei algo, com ou sem você – voltei-lhe as costas, mas duvidando mesmo de minha própria capacidade. Afinal, o que eu tinha demais? Como ouvir pensamentos podia acabar com aquela situação sem que as pessoas soubessem da minha anormalidade?
Mais ao longe, todos os clientes pareciam preocupados, menos a tal da Drª DuBois. E um pouco mais à frente, olhando o mar, encontrava-se a moça dos cigarros, completamente serena. Fui em direção à doutora, e pude ouvi-la:
- Uhm, esses bandidos estão completamente desorganizados, mas ainda assim têm um líder... Se ao menos pudéssemos desestabilizá-los por completo, não haveria necessidade de polícia. Talvez meu alto QI sirva para alguma coisa nisto, acho que sou a única diferente por aqui mesmo... – pensava a loira.
Uau, a sério, uma super-nerd? Nunca havia conhecido uma. Senti vontade de dizer que ela não era a única anormal por ali, mas bah, cérebros geniais até que existem por aí, mas gente que ouve os pensamentos alheios? É definitivamente uma aberração. Era como sentia-me, até olhar em direção ao mar e notar um cigarro calmamente flutuando, até uma moça segurá-lo em suas mãos e o acender. Eu estava tendo alucinações?! O sol realmente devia estar bem quente. Mas tive a certeza que não estava louca, quando a loira cutucou-me e perguntou-me se eu tinha visto aquilo. Não tinha como negar, e então juntas fomos ao encontro da moça:
- Com licença – dizia a drª – eu sei que parece estranho, mas vimos o que acabou de fazer?
- O que eu fiz? – perguntava serenamente, como se nada tivesse acontecido.
- O cigarro estava a levitar. Vimos quando o pegou no ar – respondi-lhe.
Por diversas vezes, ela tentou convencer-nos que estávamos a ver coisas – tantas vezes que por um instante acreditei ter-me enganado. Mas a doutora era bastante persistente, e logo ela cedeu, explicando que não sabia como nem por que, mas podia levitar pequenos objetos:
- É, sou uma aberração da natureza – finalizava, pondo um cigarro na boca enquanto procurava fósforos.
- Bem assim sendo, também o sou. Sou capaz de ouvir pensamentos. – disse, num impulso (maldita mania).
- A sério? – Ambas perguntaram em uníssono.
- Sim. Podem pensar o que quiserem, eu serei capaz de ouvi-las.
- Então pensarei no meu nome, e você o dirá – dizia a moça dos cigarros.
- Nox – respondi-lhe prontamente, assim que ouvi seu pensamento.
- Uau!
- No que eu estou pensando? – a doutora perguntava.
- Em como podemos nos organizar para deter aqueles parvos bandidos.
- Não podes estar falando sério – Nox dizia enquanto finalmente acendia mais um cigarro.
- Bem, a polícia aqui demora um pouco, moro aqui desde que nasci e sei bem como é. Eles podem ser parvos, estão a discutir em vez de roubar, mas ainda têm armas e podem ferir pessoas! – eu dizia, enquanto um silêncio pairava sobre nós três.




Spoiler:
Um milhão de anos depois, eis que estou aqui... Nem tenho mais cara para pedir desculpas Embarassed Esta missão provavelmente irá durar ainda algum tempo, se vocês quiserem desistir, eu compreendo perfeitamente, mas se quiserem, vamos até o fim xD
avatar
Eve F.
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 234
Idade : 25

Ficha do personagem
Nome: Marcelle Almeida
Localização: Recife, Brasil
Dinheiro: 750 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Tixa em Sex Maio 25, 2012 2:51 am

- Ok, vamos lá “cair na real” – Declarou Nox fazendo umas aspas com os dedos. – O que é que nos podíamos fazer realmente? Uma super-crânio, uma gaja que ouve vozes e uma aberração como eu?
- Mas não podemos ficar simplesmente paradas sem fazer nada! – Indignou-se Marcelle, a Drª pareceu concordar com a rapariga.

- Por acaso até podemos. – Respondeu Nox calmamente, puxou de mais um cigarro e tragou profundamente, Alice pareceu incomodada pelo fumo do tabaco e fez uma careta.
- Importa-se de não fumar para a minha cara? – Pediu educadamente, Nox franziu o nariz e expirou o fumo noutra direcção e virou as costas. – Não vai nos ajudar?

- Passo. A minha ideia de diversão não é brincar aos super-heróis com as cuecas vestidas por cima de collants e uma capa a esvoaçar. – Argumentou mordaz. – Não tenho qualquer obrigação em arriscar-me para salvar os preciosos bens de uns gordos ricos que cagam notas.

- Então faremos isto sem você! – Explodiu Marcelle, furiosa com a falta de civismo de Nox, que se sentou no areal fitando o oceano.
Alice e Marcelle afastaram-se da rapariga e posicionaram-se atrás de um quiosque, A Drª DuBois esperava que Marcelle “sintoniza-se” os pensamentos dos bandidos e pudessem formular um plano.

- Olha uma cueca tigresa! – Exclamou um dos assaltantes pegando numas cuecas com a ponta de uma arma e mostrando a outro. – Sua mulher ficaria linda neste!
- Vá-se catar! – Respondeu o outro mal-disposto, nisto reparam na cabeça da Drª DuBois a espreitar atrás do quiosque, preparando-se para ir na direcção da mulher de arma em punho pronto a fanar-lhe o que quer que fosse.

Nisto um pequeno seixo de praia “voou” violentamente contra o seu pulso, distraindo o meliante o tempo suficiente para que a doutora fugisse do alcance deste, que se debatia com a pedra voadora que lhe batia constantemente na cabeça.

Camuflada no meio da multidão Nox manipulava a pedra com cara de sofrimento, não costumava manipular objectos durante tanto tempo e ao fim de alguns segundos deixou cair a pedra, arfando extenuada.
“Obrigado” ouviu Nox na sua cabeça, olhando em redor viu a Drª e Marcelle escondidas no meio da multidão que lhe sorriam, a rapariga revirou os olhos aborrecida e acabou por se aproximar das duas.

- Com que então não acreditava em super-heróis? – Espicaçou. – O meu nome é Marcelle Almeida.
- Alice DuBois. – Apresentou-se a médica.
- Drª Alice DuBois. – Corrigiu Marcelle, Alice sorriu e Nox revirou os olhos novamente.
- Então Drª Super-Cérebro e Menina Morcela, que sugerem? – Perguntou Nox mordaz sendo fustigada por um olhar das suas companheiras.

- Para quem não queria andar por ai a correr de cuecas parece muito empenhada. – Replicou a Drª.
- Para a próxima deixo que leves com um balázio no meio dos olhos. – Respondeu de mau humor, puxando de mais um cigarro o que irritava cada vez mais a Drª DuBois.

- Vá, não vamos esquentar. – Declarou Marcelle procurando amenizar a conversa.
- Como eu dissera anteriormente, podemos desestabilizar a pouca organização do grupo ao eliminarmos o cabecilha do bando. – Explicou a Drª DuBois.
- Eliminar? Matando ele? – Perguntou Marcelle horrorizada.
- Não, talvez afastá-lo e distrai-lo de alguma forma. – Declarou Alice, acalmando a rapariga.

- Podemos ao menos bater-lhe com um pau até ficar inconsciente? – Perguntou Nox aborrecida, bela maneira de aproveitar a sua folga.
- NÃO! – Exclamaram as duas em uníssono, Nox elevou as mãos em sinal de rendição.

- E se for uma pazada no meio das pernas? – Perguntou esperançada.
- Não vamos recorrer à violência! – Exclamou a Drª DuBois indignada.
- Pronto, pronto, cambada de hippies que me saíram. – Resmungou aborrecida, sem tirar os olhos da confusão. – Ideias?

- Bem, podemos afastar o chefe do grupo e assusta-lo de morte com a habilidade de Nox, os outros bandidos depois devem desertar e com sorte entretanto chega a polícia. Por fim a habilidade de Marcelle permitirá que devolvamos os pertences aos seus legítimos donos. Que acham?
- Parece-me bastante bem. – Declarou Marcelle bem-disposta, Nox limitou-se a emitir um monossílabo grutural que as outras interpretaram como um sim.

“Então vamos!” Falou Alice mentalmente para as suas companheiras, Marcelle olhou-a bem disposta mas Nox ainda mantinha uma expressão carrancuda. “Que se passa?”
- Pára de entrar na minha mente porra! – Exclamou irritada acendendo mais um cigarro. – Vá, e descobrir quem é o chefe não?
- Sim, sim, tou tratando disso. – Declarou Marcelle, começando a “sondar” os pensamentos dos bandidos. Fechou os olhos procurando concentrar-se, afastou os pensamentos vulgares dos banhistas e centrou-se no grupo de trapalhões. “Minha dama vai curtir bué deste colar”; “Tou com uma vontade louca de dar uma cagada, que má hora pra se marcar um arrastão”; “Poxa, esse relógio deve valer um bom dinheiro”; ”Idiotas, filhos de uma goiaba, nunca na minha vida contratei ladrões mais idiotas”.

– ACHEI!
- Parabéns! Ganhas-te uma torradeira a cores! – Felicitou Nox dando mais uma passa no seu cigarro.
- É aquele sujeito de barba cerrada e calções azuis. – Apontou Marcelle ignorando o sarcasmo de Nox.

- E agora? – Perguntou Nox. – Como vamos separar o Chefão dos outros?

Spoiler:
Desculpem se foi curto mas as inspiração não deu para mais, Iryo pode alterar o plano da missão como achar que dá mais jeito.
avatar
Tixa
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 228
Idade : 25
Localização : Na tua casa de banho

Ficha do personagem
Nome: Catriona Isabel MacKenna Pedrosa
Localização: Lisboa, Portugal, Europa
Dinheiro: 1000 caps

Ver perfil do usuário http://pordosolinvertido.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Iryo-nin em Dom Maio 27, 2012 6:56 pm

- E agora? – Perguntou Nox. – Como vamos separar o Chefão dos outros?

_ Creio que serei eu quem farei isso. – disse Alice.

_ Verdade, você é a que mais se parece com um turista. – falava Marcelle que tinha lido os pensamentos de Alice.

_ Ok, como eu estava pensando anteriormente, sou filha de imigrantes, minha aparência é bem diferente da maior parte dos brasileiros, então me farei passar por turista. – dizia a loira.

_ Sabes que pode levar um tiro na fuça, certo? – falava Nox advertindo a médica.

_ Não consigo pensar em nada melhor, estou um pouco tensa pela situação. – dizia Alice a amarrar os cabelos, pegar sua câmera e dirigir-se ao grupo.

_ A-Alice, e depois o que faremos? – perguntou Marcelle.

“Voltarei aqui com o líder para buscar minha bolsa, passarei tudo nesse momento, tenho uma ótima ideia.”, comunicava Alice por pensamento com Marcelle, por fim virando-se e dando uma piscada com o olho direito.

_ Ok Senhoras Telepatas, o que ela falou? – dizia Nox cansada de tantas invasões na mente, Marcelle contou-a o que havia escutado de Alice, ou seja, nada relevante até então.

_ Hello, hello, vocês poderiam me ajudar em algo? – dizia Alice a se aproximar dos homens que a olham dos pés à cabeça. _ Sorry, não 'falar' português muito bem, poderiam ajudar à mim e minhas amigas? Não sabemos voltar ao hotel, vejo que vocês são policiais e precisamos de escolta de um de vocês até lá, temos que passar no banco no meio do caminho e estamos com medo. – falava a médica com um sotaque bastante carregado para o líder.

“Que diabos é isso? Que gringa mais burra. Vê armas e já pensa que somos policiais.”, pensava o líder enquanto tanto Alice quanto Marcelle liam seus pensamentos. _ Pode ser, eu mesmo cuidarei da segurança da senhora e de suas belas amigas. – falava o líder a beijar as mãos de Alice e guardar a arma na cintura. Todo o grupo ia para o quiosque, quando Alice diz:

_ Sorry, gostaria de ir somente com você, é que se nós andarmos em grande grupo os bandidos perceberão que 'ter' muito dinheiro envolvido. – falava ela ainda com sotaque bastante carregado.

_ Bastante dinheiro, é? Seu desejo é uma ordem, madame. Rapazes, vão para a van e fiquem lá dentro, assim que ‘escoltar’ a madame aqui encontro vocês, estacionem a van atrás da Igreja da Boa Viagem, chego lá em 1h, fiquem no ar condicionado contabilizando o lucro. – falou o chefe ganancioso a exalar felicidade pelo suposto dinheiro que ganharia.

_ O senhor, policial, ‘ser’ tão bonzinho, me sinto bem mais segura agora. Minhas amigas são de Salvador, conhece? – perguntava Alice tentando manter a calma ao lado de um bandido.

_ Pode me chamar de Rogério. Qual a sua graça e de onde és, bela dama? – perguntou o bandido fingindo educação.

_ Eu ‘ser’ Catherine, dos Estados Unidos, moro em Nova York, mas vim passar um tempo no Brasil com minhas amigas que conheci no Carnaval. Uma delas consegue conversar com os mortos, sabia? – falava a médica.

“Tsc, é uma loira burra mesmo, está sendo enganada também pelas amigas.”, pensava o bandido enquanto Alice e Marcelle escutavam seus pensamentos. _ Nossa, sério isso? Caramba que legal. – dizia ele fingindo acreditar.

_ Yes, deixe-me apresentar vocês. Meninas, esse ‘ser’ o Rogério, o policial que nos ajudará no banco. Rogério, estas são Júlia e Michelle. – mentia Alice apontando para Nox e Marcelle respectivamente. “Eu disse à ele que meu nome é Catherine”, falou Alice para cada uma de suas colegas a fim de evitar algum erro. _ Então Michelle, eu falei à ele que você 'poder' conversar com os mortos, não quer demonstrar? – falava a médica.

_ Não sei se tenho tempo. – falava Rogério com medo da polícia chegar e ele ser reconhecido.

_ Vamos lá, pensa em alguém que morreu e você gostaria de dar uma palavrinha. – dizia Marcelle, mas logo lê a mente e percebe que ele não estava a cair nesse truque. _ Por favor, se não acreditas, façamos um teste. Me pergunte algo que só essa pessoa que morreu sabe. – fala Marcelle para o homem que agora ganha outra expressão.

“Atenção Nox, no momento exato te darei o sinal e você fará mover copos, garrafas, máquina, tudo que você encontrar, para simular um contato com o outro mundo”, dizia Alice telepaticamente.

“Tsc, ok.”, respondeu Nox não gostando nada dessas conversas mentais.

_ Bem... qual era meu apelido aos 5 anos de idade? – perguntou Rogério para Marcelle.

_ Toninho. – disse ela prontamente fazendo com que o bandido arregalasse os olhos e perdesse a fala.

_ Te falei, ela ‘ser’ muito boa. – falou Alice.

_ Quem colocou esse apelido foi sua avó Jandira, ela está aqui comigo, pode conversar com ela. – falava Marcelle após coletar dados que Rogério estava a pensar, ele mesmo acabou por dar as informações sobre a avó.

_ Vó? É você mesmo? – perguntou Rogério a se sentar de frente à Marcelle. “Quero ver se ela vai fazer aquela mesma piadinha de sempre perguntando com quantas me casei”, pensava Rogério tendo a mente lida por Alice e Marcelle.

_ Sou eu mesma Toninho. E então, com quantas esposas já está? – falava Marcelle simulando uma comunicação com os espíritos. O bandido começa a tremer e chorar, Alice deu o sinal para Nox começar o susto. A garota negra concentrava-se no copo que havia na mesa, faz ele mover-se até cair ao chão, logo após ela faz a garrafa cair sobre a mesa, nesse momento Alice telepaticamente diz à Marcelle para simular algo assustador, como virar os olhos, tremer, babar, algo do tipo. Assim a moça faz e começa a fingir que está mal e é então que solta: _ Eu vi o que você acabou de fazer, saiba que sua avó está muito triste, quero ver meu neto ser uma pessoa boa e de Deus, por favor seja o orgulho da sua avó. – dizia Marcelle e nesse momento Nox empurra a garrafa que estava tombada sobre a mesa, caindo no chão a fazer barulho que assusta o homem mais ainda, ele nem percebe que a Drª DuBois já estava atrás dele, ela brutamente toca o ombro dele, com isso ele desmaia de tanto susto.

_ Confesso que isso foi um pouco divertido. – falou Nox a dar um pequeno sorriso.

_ Nossa, até eu fiquei com medo. – disse Marcelle.

_ Bem, fizemos algo feio, enganamos um homem usando uma pessoa morta, porém depois desse susto ele será uma pessoa bem melhor, além de claro, pagar pelos crimes que cometeu. – dizia Alice.

_ É doutora, você é bem perversa... quero morrer sua amiga. – falou Nox a brincar sobre o plano de terror psicológico criado pela médica.

_ Não queria fazer isso, mas foi a única coisa que me veio à cabeça. Para um bandido a única coisa que eles respeitam, na maioria das vezes, são os familiares falecidos. – comentava Alice quando a fumaça do cigarro de Nox é lançada em seu rosto. _ Quer parar com isso, por favor? – pedia a médica um pouco irritada.

_ Ei, acalmem-se, ainda não terminamos, temos que ir até a Igreja da Boa Viagem e pegar os ladrões. – falava Marcelle para suas parceiras.

_ Aff... que saco, essa coisa de herói é tão cansativa. Se tiver mais joguinhos psicológicos que farão os bandidos surtarem eu estou dentro. – falava Nox a provocar Alice.

Spoiler:
Ok garotas, sorry essa coisa tosca, mas se eu não escrevesse hoje não sei quando poderia faze-lo, então me obriguei a fazer, qualquer coisa que quiserem que eu mude, só avisar^^
Bj, gatas xD
avatar
Iryo-nin
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 63

Ficha do personagem
Nome: Alice DuBois
Localização: Brasília, Brasil
Dinheiro: 750 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Tixa em Dom Jun 17, 2012 10:46 pm

- Aff... Que saco, essa coisa de herói é tão cansativa. Se tiver mais joguinhos psicológicos que farão os bandidos surtarem eu estou dentro. – Falava Nox a provocar Alice.
- Não brinque, foi a única forma que tive de separarmos o chefe dos restantes. – Respondeu Alice, sentindo-se um pouco culpada com o quase ataque cardíaco que provocara no bandido.
- Então diga a sua ideia genial para empatarmos o resto dos meliantes? – Perguntou Nox dando uma passada longa no cigarro e expirando, atirando a beata para o chão, apagando-a com a ponta do sapato.
- Vai deixar esse lixo no chão? – Perguntou Marcelle apontando para a beata, Nox olhou-a sem perceber.
- Parece que sim, a não ser que ele se levante e desate a voar até ao balde do lixo. – Declarou indiferente, as duas brasileiras olharam-na com cara de “tu podes fazer isso”, a negra suspirou aborrecido. – Porra que vocês são chatas!
Após exclamar fez levitar a beata até ao contentor do lixo mais próximo, resmungou algo imperceptível enquanto Alice e Marcelle sorriam entre si.
- Acho que tive uma ideia para empatarmos os bandidos. – Declarou Marcelle, enquanto as três se encaminhavam para a Igreja da Boa Vontade. – Podemos trancá-los dentro da Van, e fazer parecer que estão sendo atacados por uma qualquer entidade do outro mundo até a polícia chegar.
- Vocês são umas malucas é o que é. – Falava Nox acendendo mais um cigarro. – Têm ar de quem não parte um prato mas são bem doidas.
- Você também tem ar de quem não quer saber de nada, mas acaba se preocupando. – Respondeu a médica.
- Eu preocupo-me, apenas escolho ignorar a preocupação. – Respondeu acendendo mais um cigarro, o que fez a doutora DuBois torcer o nariz perfeito. – Será aquela a van?
Perguntou Nox irónica apontando para uma carrinha preta de ar nada suspeito estacionada atrás de Igreja da Boa Viagem.
- Bem, vamos rever o plano. – Declarou Alice. – Eu e Marcelle trancamos as portas da van por fora com os paus e cordas que achámos enquanto Nox distrai quem estiver no lugar da frente batendo no vidro da frente com alguns objectos. Depois é só fazer barulhos e fazer objectos voar para que eles se assustem o suficiente para…
- Morrerem de susto. – Cortou Nox entre duas baforadas de fumo, sorrindo maliciosamente. – Podem também empurrar a van e fazê-la oscilar, aposto que eles se borram todos.
- Não seja desagradável, estamos só empatando até que chegue a polícia. – Cortou Marcelle.
- A ideia foi tua. – Replicou Nox bastante divertida. – Isto promete ser uma amizade… de morte.
- Bem, meninas. Acabei agora de telefonar para a esquadra a informar onde os bandidos se encontram. Não devem tardar muito a chegar. – Declarou a loira aproximando-se das duas. Começamos?
- Já estava a morrer de ansiedade. – Troçou Nox assim que acabou o cigarro, jogando a beata para o chão e pisando-a. – Estava morta para começar.
Usando o seu poder da Telecinese Nox pega em pequenas pedras e paus e atira-os consecutivamente para o para-brisas, antes que os ladrões tivessem sequer tempo de reagir já Alice e Marcelle trancavam as portas por fora com as cordas e paus, fazendo o mesmo na porta de trás. Os bandidos começavam a gritar em pânico.
- Hei doutora. – Chamou Nox baixinho, chamando a atenção de Alice. – Empresta-me um batom.
- Não sabia que você gostava, vejamos tenho “coral”, “morango”, “tentação vermelha”… - um batom de cor vermelha saiu das mãos de Alice, controlado por Nox.
“Vamos começar a abanar a van” Comunicou Alice a Marcelle e Nox, que abanaram a cabeça em sinal afirmativo.
A Drª Dubois e Marcelle colocaram-se no mesmo lado da van e usando toda a força dos seus corpos conseguiram fazer com que a van oscilasse de maneira irregular, o que fazia os bandidos gritar em cada vez maior desespero. Nox controlando o batom, cada vez mais exausta, começou a escrever uma frase no vidro da frente com um sorriso maldoso nos lábios. Os bandidos da frente tremiam como varas verdes e não tardou muito que desmaiassem.
- Hei! Consegui mais uma grana! – Uma voz de homem fez-se soar da parte da frente da Igreja.
“Escondam-se!” Ordenou mentalmente a Doutora, esta e Marcelle esconderam-se atras de uma carrinha de gelados estacionada ali perto mas Nox não. Correu até à parte de frente da van, destrancou a porta do lado do condutor e tirou de lá um dos bandidos inconscientes jogando-o no chão, pegando no batom de Alice tentou simular ferimentos na cara e corpo e correu a esconder-se juntos das ouras duas.
- Hei! Alguém? – Chamava o bandido, nisto reparou num corpo caído junto à van.
- Doutora, entre na mente dele e ameaçe-o! Diga que se não quer acabar como os seus colegas que vá embora. Depressa! – Sussurrou Nox a Alice, que assentiu.
O bandido aproximou-se do corpo caído e ao ver o homem de olhos fechados e cheio de vermelho nem se atreveu a verificar se estava mesmo morto. “Se quer sair daqui com vida SUMA DAQUi!” Falou Alice na mente do bandido, que começava a tremer como varas verdes. “Se não quer acabar como os seus colegas, suma!”
O bandido não se fez rogado, largando a mala com o dinheiro no chão desatou a fugir desajeitadamente, isto esbarra com um oficial.
- Prenda-me! Esta porra de Igreja tem assombração e matou todos os meus colegas! – Declarou denunciando-se estupidamente, não tardou muito que chegassem mais polícias que destrancaram a van e capturaram todos os bandidos do seu interior, alguns inconscientes, alguns borrados de medo, outros quase a terem um ataque de coração.
- Muito obrigado meninas. Este bando estava importunando à já muito tempo. – Agradecia o polícia a Alice e Marcelle que sorriam satisfeitas. – Passem na esquadra para receberem a vossa recompensa.
- Viu Nox? Boas acções sempre compensam. – Declarou Alice bem-disposta, mas não viu Nox nem a sacola de dinheiro que o bandido trazia consigo. – Não me diga que ela…
Mais longe Nox desfazia-se da sacola e contava o dinheiro que conseguira arranjar – 750, nada mal. Pensou alegremente dirigindo-se a sua casa, como estava no Brasil ilegalmente não lhe convinha ficar ali até chegar a bófia. Mas até fora divertido assustar bandidos de morte com a Super Crânio e a Menina Morçela.
“Acha que Nox roubou aquele dinheiro?” Perguntou Marcelle mentalmente à doutora.
“O que acha?” Replicou Alice irónica.
- Por acaso não viram uma sacola? Está faltando dinheiro roubado. – Perguntou o polícia, Alice e Marcelle entreolharam-se.
- Não. – Declarou Alice. – Bem, eu e minha amiga vamos beber um copo para festejar.
- Porque mentiu? Ela nos abandonou. – Perguntou Marcelle, já mais longe de todo aquele aparato.
- É possível, mas desconfio que ela não tivesse documentos. – Respondeu Alice.
- Acha? Nox é uma imigrante ilegal?
- Possivelmente. Mas não se preocupe mais com isso, quer um refrigerante? Pago eu.
- Claro.

Fim

Spoiler:
Desculpem lá ter demorado tanto tempo e não ter ficado nada de jeito, mas tenho andado meio ocupada e tal. Temos de repetir um dia destes.

avatar
Tixa
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 228
Idade : 25
Localização : Na tua casa de banho

Ficha do personagem
Nome: Catriona Isabel MacKenna Pedrosa
Localização: Lisboa, Portugal, Europa
Dinheiro: 1000 caps

Ver perfil do usuário http://pordosolinvertido.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Tixa em Ter Jun 19, 2012 9:48 am

Bump! Não se esqueçam de mim. Smile
avatar
Tixa
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 228
Idade : 25
Localização : Na tua casa de banho

Ficha do personagem
Nome: Catriona Isabel MacKenna Pedrosa
Localização: Lisboa, Portugal, Europa
Dinheiro: 1000 caps

Ver perfil do usuário http://pordosolinvertido.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Kheyos em Ter Jun 19, 2012 11:23 am

Nox:

Telecinese: 0 + 3 = 3

Karma: 0 + 4 - 6 = -2 (Fiquei realmente intrigado no Karma que havia de atribuir á Nox, pois ela inicialmente recusou ajudar, mas depois juntou-se a caboiada, fez uma boa acção em ajudar, mas no final, manteve-se perversa, com a ideia de fazer, um dos meliantes, parecer morto, e ao contrário das outras personagens que até lhes pesou a consciência com a ideia macabra, a Nox estava a disfrutar de tudo aquilo. No fim ainda ficaste com o dinheiro roubado, portanto, atibui-te Karma negativo e positivo, e na soma total ficou Negativo, por achar os motivos negativos mais fortes que os positivos)


Alice DuBois:

Telepatia: 3 + 3 = 6

Super-Inteligência: 1 + 2 = 3

Karma Positivo: 0 + 5 = 5 (Juntamente com Marcelle, mantiveram sempre uma grande vontade de ajudar, nunca desistindo mesmo depois de Nox inicialmente ter-se querido afastar da ideia)


Marcelle Almeida:

Leitura de Pensamento: 2 + 3 = 5

Mestre de Fugas: 2 + 0 = 2

Karma Positivo: 0 + 5 = 5 (Juntamente com Alice, mantiveram sempre uma grande vontade de ajudar)

Comentários: Bem não quero imaginar o que vocês imaginam quando não gostam de alguém na vida real Neutral
Gostei da missão, muito boa, e gostei principalmente do contraste entre Nox e as outras duas xD
Conseguiram as avalições maximas, pois usaram ao maximo os vossos poderes, excepto a capacidade de fugas da Marcelle ^^
Irei Actualizar as vossas fichas ^^
avatar
Kheyos
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 214

Ficha do personagem
Nome: Allen James White
Localização: Nova Iorque, Estados Unidos da América
Dinheiro: 0 Caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Tixa em Qua Jun 20, 2012 3:25 am

Thanks Kheyos. ^^

O meu objectivo era mesmo que a Nox ficasse com karma negativo. :3
avatar
Tixa
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 228
Idade : 25
Localização : Na tua casa de banho

Ficha do personagem
Nome: Catriona Isabel MacKenna Pedrosa
Localização: Lisboa, Portugal, Europa
Dinheiro: 1000 caps

Ver perfil do usuário http://pordosolinvertido.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Missão de Karma [-10 a 10] Arrastão Curioso

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum