Comic World

Chapter 21 - Coooming!

Ir em baixo

Chapter 21 - Coooming!

Mensagem por mary em Sex Jun 01, 2012 7:21 pm

Chapter 21 - Coooming!


- Dá-me a estaca, já! – Pedi ao Alex. – Não quero saber nada disto. Eu vou-me embora quer tu queiras quer não. Vou buscar o Erik e o … E pronto.
- Tatia… - Estava a anoitecer.
- Alex? Por favor, deixa-me ir viver a minha vida. Não quero ter a tua vida, estar a seguir regras, não quero estar aqui presa, quero ser eu e continuar a minha vida.
Tinha mencionado de que já me lembrava de muitas coisas? De todos os gajos que tinha comido e dormido com. De todas as apostas, de todos os desafios e de toda a minha perfeição. Mas não sei se queria voltar a ser aquela Tatia. Até que gosto da nova.
- Eu não te quero impedir, mas não é seguro. – Ele brincava com a estaca olhando para mim.
- Estás parvo? Eu decido da minha vida e tu podes voltar para o teu canto. Está na hora de eu aparecer e de dizer à minha mãe que estou bem.
- Tatia, tu não sabes do que o Zé é capaz se nós fugirmos. – Ah, então era esse o nome dele?
- Tu vais ficar aqui, eu vou-me embora com ele. – Tentei tirar-lhe a estaca de madeira.
- Para que queres isto? – Abanou a estaca à frente dos meus olhos.
- Daqui a pouco para espetar em ti, meu lindo. – Gozei ironicamente. – Agora dá-me isso e deixa-me ir a minha vida.
- Não.
- Não? Mas pensas que mandas em mim? Não me dás essa arranjo outra, não há problema. – Girei nos meus calcanhares e comecei a caminhar lentamente e apreciando as vistas, para o barracão.
Ele agarrou-me o braço e fez-me girar para ele. – Não vais a lado nenhum.
- És tu que me vais impedir?
- Se tiver de ser.
Ri. Oh meu deus. Quem é que ele pensava que era? Proibir-me de ser eu, de seguir com a minha vida? Naaah.
- Não, não vais fazer nada. Vais ficar ai quieto enquanto eu vou buscar o Erik e bazar daqui p’ra fora. – Virei-me novamente.
Ele puxou-me e agarrou-me nos braços. Meteu-me de barriga para baixo no ombro dele enquanto eu o pontapeava.
- Larga-me! Que estás a fazer!!! – Resmunguei enquanto ele me levava para dentro da casa.
- Cala-te. Se não é a bem é a mal.
- Estás parvo? O que é que pensas que estás a fazer?! – Continuei a resmungar dando-lhe murros nas costas.
Ele nada disse e com uma das mãos abriu qualquer coisa no chão, talvez um alçapão e mandou-me lá para dentro. Gritei até cair. Estava escuro, muito escuro.
- NEM TENTES FECHAR ISSO! – Disse olhando para cima enquanto ele me olhava também. Apenas uns fios de luz chegavam aqui a abaixo.
- Tu pensas que eu não sei o que queres fazer? Eu não posso ter uma miudita a estragar-me os planos. Queres levar o outro gajo para o Alto Conselho não é? Queres conhecer aquilo, mas só vais foder a tua vida e a minha. – Ele riu-se secamente.
- Ah ah? Não me podes impedir de ficar aqui para sempre. Eu vou gritar e vão descobrir-me.
- É protegida à prova de som. Diverte-te na companhia dos restantes ai de baixo. – O quê? Havia lá mais gente?
- O que é que estás a dizer? – Depois de dizer isto comecei a ouvir gemidos misturados com respirações fortes e ruidosas a virem na minha direção. Oh que merda.
- Vou buscar sangue, diverte-te. – Ele fechou o alçapão.
Aqueles sons horríveis continuavam, mas depois pararam.
- Tu gostas dele, não gostas? – Perguntou uma voz feminina, rindo-se.
- Hã? – Virei-me para onde vinha o som.
- Alex. Tu gostas dele. Queres ir-te embora, mas ele não te deixa, certo? – Eu não a via, mas podia afirmar que estava a sorrir, de certeza. – Estou errada?
Eu não sabia o que dizer. Como é que ela sabia aquilo tudo?
- Pois.
Ela riu-se às gargalhadas. – Foi exatamente o que ele fez comigo ou melhor connosco. Meninas?
Umas cinco raparigas disseram “olá” e “sê bem-vinda ao inferno”. Oh meu deus.
- Como ninguém sabe de vocês? A Marina não sabe?
- Essa cabra? Porque é que achas que também estamos aqui? Eles os dois, só se vêm aos dois, mais nada.
Hum… Não conseguia acreditar naquilo.
- Hum.

O tempo foi passando e eu ali com elas. Ele nunca mais vinha, e elas tinham atitudes estranhas. Como cheirar-me e tocar-me na pele. Elas estavam doidas.
Depois ouviu-se o alçapão a abrir e elas todas a fugir e a voltar a fazer aqueles barulhos estranhos.
- Alex! Eu não fujo!!! Deixa-me sair daqui, por favor. – Olhei para cima.
- Não é o Alex, e vá, anda vou ajudar-te. – O queixo até me caiu quando ouvi a voz da Marina.
- Marina?!
- Tatia, sobe as escadas e anda embora, foda-se. – Ela parecia impaciente e com algum nervosismo.
Não respondi e subi as escadas podres de madeira que a cada passo se pareciam desmoronar mais ainda. Subi e ela ajudou-me a sair e fechou logo o alçapão.
- A minha melhor amiga está ali em baixo. – Comentou ela sem olhar para mim e a trancar o alçapão. – Agora vais bazar daqui para fora, porque eu odeio-te e não te quero mais perto dele. Leva o que quiseres. Toma, - mandou-me um saco de equipamento, e as coisas que lá estavam fizeram barulho – vais precisar disto. E o Erik, já o soltei. Ele está escondido na floresta ao lado da casa. Segue o caminho e ele irá aparecer.
- Mas preciso do outro também. – Olhei-a nos olhos sem piscar, para ela ter a certeza que eu não estava com medo.
- Qual outro?
- O outro rapaz que me quer levar ao Alto Conselho. – Ela olhou para mim, suspirou levando as mãos a cabeça.
- Vai indo para a floresta, já lá apareço com o outro. – Virei-me para ir mas ela agarrou-me o braço. – Se eu morrer estás tão morta! Se eu for torturada, se eu for apanhada, podes preparar o teu caixão. – Larguei-me olhando com as sobrancelhas erguidas para ela e corri com supervelocidade até à floresta que ela tinha falado.
Parei lá olhando para todo o lado à procura do Erik. – Erik? – Eu já chorava.
Senti-me a ser puxada até que foi de encontro ao corpo do Erik, quente. Ele abraçou-me com um abraço tão apertado que até pareceu esmagar-me.
- Oh meu deus, Tatia. Estás bem? – Ele afastou-se com as mãos na minha cara olhando-me de cima a baixo.
- Não podia estar melhor agora, que já te tenho aqui. Só precisamos de mais uma pessoa e vamos embora. – Sorri.
- Uma pessoa? Quem? Não me digas que é aquele atrasado. – Ele revirou os olhos.
- Não. É um rapaz sim, mas não é ele. É o rapaz que conhece muito bem o Alto Conselho. – Sorri. – Aposto que ele te contou tudo. Estava mesmo à tua frente!
- O Fred? – Ele arregalou os olhos.
- É esse o nome dele? Pois, sim.
- No fucking way! Ele é passado da marmita. Não podemos leva-lo connosco. – Argumentou olhando para mim.
- Erik…
- Pois. Já me esquecia que aqui o que importa és tu. – Virou-se olhando para lá das árvores.
Depois ouvi barulhos vindos de trás de mim. Virei-me logo.
- Ai estás tu. – Disse olhando para o rapaz, com um sorriso malicioso na cara. Ele sorriu também.
- Ok, podem comer-se com os olhos mais tarde. Agora tem de bazar, vá. – Empurrou o Fred para perto de mim e disse-me: - Se morres, dou cabo de ti no inferno. Porque se descobrem que morreste ‘tou fodida. Vá, agora vão.

Virei-me e comecei a andar no meio dos dois rapazes em direção ao resto do pôr-do-sol, com o saco de equipamento nas costas.

Desculpem pela demora, e não garanto q este seja dos melhores x) I'm back again!
avatar
mary
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 364
Idade : 22
Localização : In your room! 444

Ficha do personagem
Nome: Shannon Bessi
Localização: Estados Unidos (América do Norte)
Dinheiro: 250 caps.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chapter 21 - Coooming!

Mensagem por Kheyos em Sex Jun 01, 2012 11:26 pm

O Alex aprisiona as conquistas ? Neutral escravas sexuais ? Neutral ahah
Keep Going ^^
avatar
Kheyos
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 214

Ficha do personagem
Nome: Allen James White
Localização: Nova Iorque, Estados Unidos da América
Dinheiro: 0 Caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chapter 21 - Coooming!

Mensagem por Ritta em Dom Jun 03, 2012 2:18 am

Algo me diz que o Alex vai ficar lixado com descobrir que a Tatia já não está lá hm
E lá vão eles, todos happies e lado a lado, a correr selvaticamente no crepusculo da floresta xDD sorry, tinha que fazer o trocadilho :3

Conntinuaaa! :3
avatar
Ritta
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 138
Idade : 23
Localização : Blank File

Ficha do personagem
Nome: Margaret Silverton
Localização: Miami Dade - EUA
Dinheiro: 1250 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chapter 21 - Coooming!

Mensagem por mary em Dom Jun 03, 2012 3:20 am

Mais ou menos isso Kheyos ahahah Danke schön! Smile

Ritta, sua slut -.- Devias ser atropelada por um camião right now. Thanks Smile
avatar
mary
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 364
Idade : 22
Localização : In your room! 444

Ficha do personagem
Nome: Shannon Bessi
Localização: Estados Unidos (América do Norte)
Dinheiro: 250 caps.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chapter 21 - Coooming!

Mensagem por Tixa em Dom Jun 03, 2012 7:27 am

Cheira-me que o Alex e a Marina têm alguma espécie de relacionamento amoroso obsessivo e doentio. :3

avatar
Tixa
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 228
Idade : 26
Localização : Na tua casa de banho

Ficha do personagem
Nome: Catriona Isabel MacKenna Pedrosa
Localização: Lisboa, Portugal, Europa
Dinheiro: 1000 caps

Ver perfil do usuário http://pordosolinvertido.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chapter 21 - Coooming!

Mensagem por mary em Dom Jun 03, 2012 9:10 pm

E podes não estar errada xD Thanks!
avatar
mary
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 364
Idade : 22
Localização : In your room! 444

Ficha do personagem
Nome: Shannon Bessi
Localização: Estados Unidos (América do Norte)
Dinheiro: 250 caps.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chapter 21 - Coooming!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum