Comic World

[Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Ir em baixo

[Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Mensagem por mary em Sex Jun 08, 2012 1:21 am

[Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia



Numa casa, mais ou menos, no centro de Coimbra viviam os pais da rapariga desaparecida. A mãe dela, estava sentada no sofá a ler uma revista, distraída. Notavam-se as olheiras profundas e o cansaço refletido no seu rosto. A aparência destratada era bastante visível. Estava assim desde que a filha desaparecera. Perder um filho é quase como perder a sua própria vida.
O seu marido vinha a assobiar no corredor quando estacou e se olhou ao espelho do móvel rustico. Nele também se refletia o cansaço, a solidão e a tristeza. As lembranças da filha a correr pela casa a fora a fugir do irmão assolaram-lhe a cabeça e o coração. Sentiu um grande aperto no coração ao olhar para a foto na moldura, da filha a sorrir com uma cara de anjo e dadas as circunstâncias, caiu no chão, agarrando o peito com as mãos e arregalando os olhos. E num abrir e fechar de olhos, o seu coração parou. A sua mulher não deu por nada, continuando a ler a revista.

No Algarve, vivia um rapaz com aparência jovem. Tinha barba de três dias e um cabelo volumoso ondulado preto, vestia uns calções de ganga que lhe disfarçavam o pouco rabo que tinha, uma t-shirt branca e uma camisa de ganga, aberta e calçava umas vans cinzentas. Caminhava mexendo no seu Blackberry, pela calçada a baixo para ir ter com os amigos ao café mais próximo. Suspirou. Ele acreditava que a sua irmã não estava morta…

Num quarto de hotel no Porto, estava um casal deitado na cama só com os lençóis a taparem-lhes os corpos nus. Riam-se às gargalhadas com copos de champanhe – e com esse mesmo líquido no interior – e na outra mão, cigarros. Ao pé da cama, havia um carrinho com o lanche da tarde. Viam-se morangos, a garrafa de champanhe no balde do gelo, donuts, e mais alguns alimentos. A rapariga era loira, e tinha o cabelo comprido, e tinha um sorriso de felicidade no rosto enquanto se aninhava no peito do rapaz. Já o rapaz parecia pensativo, mas não deixava de rir do que a rapariga dizia.
- Sabes. Estes têm sido os melhores tempos da minha vida. – Marina olhou para cima e voltou a aconchegar-se.
- Acredito. – Comentou o rapaz fumando do seu cigarro.
- Desde que a outra morreu, que isto se tornou melhor. – Fixou o seu olhar numa das janelas.
- Qual outra? – Como poderia ter ele esquecido, aquela rapariga?
- A Tatia. – Disse com um revirar de olhos.
- Ah. – Nos seus olhos um brilho de tristeza trespassou todas as barreiras. Mas no fim, tudo voltou ao normal. – Pois.
Ela virou-se para cima tapando o peito com o lençol, erguendo o sobrolho. – Mais uma daquelas e vou ser eu a mata-la.
- Tem calma. Estou contigo, não estou? – Tocou-lhe na face. – Não tens com o que te preocupares.
Ela apenas assentiu, roçando os seus lábios nos dele carinhosamente. E ele acabou por beija-la segurando-a no pescoço.


Algures no Norte, havia uma casa bem-parecida de fora, mas muito má no seu interior. Parecia uma mansão por fora, mas por dentro era o terror. Tudo estava partido e as paredes cobertas de sangue, já seco. Também havia bastante pó pela casa. Só havia uma sala que estava impecavelmente limpa: a sala de reuniões. E nessa sala havia uma grande mesa com alguns copos de água e alguns dossiers dispostos há frente de cada humano. Cada humano vestia um smoking branco. Porquê branco? Para simbolizar a paz. Que era tudo, menos o que eles defendiam. Um deles falou, o que estava a direita da mesa.
O homem de cabelos grisalhos tossicou e falou:
- Hum, onde está essa coisa? – Fez movimentos esquisitos com a mão.
- Na cave. – O homem sorriu malicioso.
- E quando vamos poder vê-la? – Perguntou um outro homem que pendia o copo de água a nível da boca.
- Agora mesmo. – Ligou o grande plasma e no ecrã apareceu o que era transmitido de uma camara. Havia apenas uma luzinha acesa no cimo do teto. No ecrã do plasma viu-se um rosto, com os lábios entreabertos e uns olhos bastante abertos a olhar para a câmara. Depois lá o que quer que seja, cheirou a câmara e depois de um ataque de agressividade, os seus dentes nasceram e os seus olhos mudaram para um vermelho forte e vivo. E com as mãos, aquela coisa, mandou a câmara ao chão e grunhiu. A sua respiração estava acelerada. Sentou-se ao fundo da cave fazendo com que os seus cabelos oleosos e compridos se espalhassem no seu rosto, ocultando-o. Ela virou a cara um pouco para a câmara e como se se apercebesse que estava a ser vigiada mostrou os seus olhos que tanto demonstravam superioridade e os seus dentes bicudos como forma de proteção a si mesma.
- E agora vejam isto. – Pegou no telemóvel. – Podes meter lá o humano. – Sorriu ao pessoal da reunião confortantemente, enquanto eles todos estavam assustados.
Viu-se uma grande luz na câmara, provavelmente foi quando a porta da cave se abriu. A rapariga, sim parecia ser uma rapariga, virou o rosto para o local e encolheu-se toda a gritar e a grunhir ao mesmo tempo, como se tivesse medo de algo. De repente, algo caiu à frente dela. Era um rapaz que tinha um corte no pescoço de onde escorria sangue. A rapariga elevou a cabeça e começou a gatinhar, na defesa sempre, para ele, enquanto o rapaz se afastava cheio de medo. Ela agarrou-lhe a perna e chegou-lhe mesmo a cravar-lhe as unhas bicudas perfurando-lhe a carne. O rapaz gritou de dor. Ela continuou a puxa-lo para si, enquanto ele se tenta debater. Finalmente, o conseguiu puxar todo para si e com isto, cravou-lhe os dentes no pescoço estraçalhando-o como um pit bull faz a outros animais. Partiu-lhe o pescoço e deixou-o sem uma pinga de sangue. Como um cão, rosnou ao corpo morto, mas como indicado estava morto. Mordeu-lhe outras zonas do corpo só por diversão e depois com supervelocidade mandou o corpo para perto da porta da cave e voltou a encostar-se ao canto que tinha estado anteriormente, encolhendo-se…
O homem desligou o plasma com o comando e tossicando virou a sua cadeira para os outros homens.
- E então?
- Quando tempo levou a esta vampira ficar assim? – Perguntou o homem da ponta.
- Dois anos e onze meses. – Olhou pensativo para ele. – A minha maior criação. E tudo o que viram foi só um terço do que ela é.
Eles assentiram. – Quanto quer por ela?
- Não está a venda. – Argumentou sério.
Um dos homens levantou-se batendo com as mãos na mesma. – COMO PODE DIZER ISSO AGORA? ESTAVA ESTIPULADO.
- Não está a venda, porque me apercebi que vai ser útil e é a minha criação perfeita. – Continuou calmo.
O homem voltou a sentar-se.
- Qual é o nome dela, ao menos?
- Tatia. – Sorriu. – Tatia Bladinova.
avatar
mary
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 364
Idade : 22
Localização : In your room! 444

Ficha do personagem
Nome: Shannon Bessi
Localização: Estados Unidos (América do Norte)
Dinheiro: 250 caps.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Mensagem por Ritta em Sex Jun 08, 2012 1:30 am

Nossa, que violência extrema! Passou de maior bitch da cidade a animal enclausurado D:
Grande reviravolta! É bem M., é bem xD
Estás a tornar a tua história cada vez mais interessante, continua! :3
avatar
Ritta
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 138
Idade : 23
Localização : Blank File

Ficha do personagem
Nome: Margaret Silverton
Localização: Miami Dade - EUA
Dinheiro: 1250 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Mensagem por Tsutao em Sex Jun 08, 2012 2:05 am

Bom demais xD, Tatia becomes too wild

Ainda estou fucking curioso pelo que aconteceu para ela ter virado... Bem o que virou xD e vais ser tu, minha querida Mary, a dizer-me o que aconteceu >_<

Continua estou à espera de mais ^^
avatar
Tsutao
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 93
Idade : 22
Localização : H

Ficha do personagem
Nome: Sasha Petrov
Localização: Viana do Castelo – Portugal
Dinheiro: 0 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Mensagem por Tixa em Sex Jun 08, 2012 3:15 am

O que o isolamento e a distância da civilização fazem a uma pessoa, tsc tsc. Aposto que uma tarde num SPA e a Tatia voltava a si mesma. xD

Keep it up. ^^
avatar
Tixa
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 228
Idade : 26
Localização : Na tua casa de banho

Ficha do personagem
Nome: Catriona Isabel MacKenna Pedrosa
Localização: Lisboa, Portugal, Europa
Dinheiro: 1000 caps

Ver perfil do usuário http://pordosolinvertido.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Mensagem por Kheyos em Sex Jun 08, 2012 7:47 am

Gosh, que mudança radical na pobre Tatia Neutral Keep it up ^^
avatar
Kheyos
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 214

Ficha do personagem
Nome: Allen James White
Localização: Nova Iorque, Estados Unidos da América
Dinheiro: 0 Caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Mensagem por mary em Sex Jun 08, 2012 8:53 am

Ya, tadita :p Thank you guys! Smile)
avatar
mary
Cidadão
Cidadão

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 364
Idade : 22
Localização : In your room! 444

Ficha do personagem
Nome: Shannon Bessi
Localização: Estados Unidos (América do Norte)
Dinheiro: 250 caps.

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Mensagem por Shadow em Ter Jun 19, 2012 7:10 am

Tatia em bijuu mode xD Quero ver o que é que lhe vai acontecer agora ^^
Continua Very Happy

__________________________________


Wild girl appears. It's super effective:
avatar
Shadow
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 331

Ficha do personagem
Nome: Noctis Lucis Caelum/ Jack Hayter
Localização: Manhattan, New York
Dinheiro: 480 Caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Temporada 2] - Chapter 2 - She's Tatia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum