Comic World

T1 - Conhecendo o team

Ir em baixo

T1 - Conhecendo o team

Mensagem por Rich em Sab Dez 29, 2012 6:19 am

Abri os olhos lentamente, mirando a almofada com a fronha cinzenta. Virei-me e olhei o teto. Aquele branco pálido enojava-me. Levantei-me e cocei a cabeça enquanto bocejava. Fui à casa de banho urinar. Puxei o autoclismo e levantei os estores. Fiquei parado a olhar para as movimentadas estradas de Nova Iorque, cheias de pessoas, carros, poluição e lixo. Cocei o braço esquerdo e depois o queixo. O meu estômago roncou e decidi fazer o pequeno-almoço. Cortei o pão em dois, pu-los na torradeira e rodei o manípulo para o 3:
“Espero que não seja demasiado…” – pensei
Depois abri o frigorífico e tirei o leite. Despejei para dentro da caneca e aqueci no micro-ondas e rodei o manípulo para o 2. Enquanto as torradas eram feitas e o leite era aquecido, tirei do armário o pacote da manteiga e de uma gaveta, uma faca para barrar a manteiga no pão. Três minutos depois ouvi as torradas a saltar, enquanto a torradeira apitava. Agarrei nas torradas e pu-las num prato e depois barreias com manteiga. O cheiro a torradas quentes com manteiga derretida por cima era maravilhoso e as minhas glândulas salivares estavam ao rubro. Com o leite pronto no copo e as torradas a fumegar no prato, levei tudo para a mesa de jantar e sentei-me enquanto apreciava o meu pequeno-almoço. Agarrei o copo e bebi algumas gotas antes de pousar o copo de novo:
-Porra que está quente!-queixei-me
Quando ia agarrar novamente nele senti a minha mão a aquecer demasiado e apenas alguns milésimos depois um feixe púrpura e azul muito brilhante saía disparado em direção ao copo, que se estilhaçou em vários pedaços e o leite voou para todos os lados:
-Porra para esta mer…
Nem me apeteceu arrumar aquele lixo. Vesti um casaco cinzento-escuro por cima da camisola de casavas cinzenta e depois vesti umas calças de ganga escura. Calcei umas Vans pretas e pus o telemóvel no bolso juntamente com as chaves de casa e saí dali antes que me passasse completamente. Cheguei perto do elevador e carreguei no botão, que tornou-se vermelho até que o elevador chega-se e depois ficou verde quando as suas portas se abriram. As portas voltaram a abrir-se e saí para a entrada:
-Bom dia Harry. – cumprimentei o rececionista
-Bom dia menino Jason. – respondeu o velho
Saí do edifício. Pus as mãos nos bolsos e dirigi-me para a Starbucks mais perto. Eram tantas pessoas a passar por mim. Tanta gente, tanto barulho. Nenhuma delas se preocupava com aquele pedestre que caminhava ao seu lado, estavam muito mais interessadas em ver os novos projetos que acabaram de receber no telemóvel ou então em comer aquele suculento hambúrguer cheio de molhos a transbordar para o chão e que iria, inevitavelmente, cair na camisola e fazer uma mancha que iria demorar pelo menos 4 lavagens para poder ficar menos nítidas. Eu simplesmente abanava a cabeça. Eu precisava de algo para fugir daquela sociedade, nem que fosse por breves momentos. Agarrei no telemóvel e fui até à lista telefónica:
-J…J…Jerome…Jerome…Aqui está.
Pressionei o botão para ligar. De repente começa o “One Love” do Bob Marley e depois uma voz rouca:
-Yo Jay-Jason que dizes, mano?
-Jerome tás onde? Preciso de dar um giro à “9ª dimensão” entendes?
-Ya ya mano, entendo. Tou no “Chuka”, mas podemos visitar a “9ª dimensão na porta dos fundos” .
-Ok, vou a caminho. Vou só à Starbucks.
-Mano porque raio gastas uma pipa de massa num café que vale uma merda?
-Vou a caminho…
Desliguei o telemóvel. Virei a esquina e entrei na Starbucks. Alguns minutos depois saí da loja com um café na mão. Quando vi um táxi vazio a parar gritei:
-Hey táxi!
Corri para ele e entrei:
-Leve-me ao cruzamento da Vinx com a Nápoles se faz favor. -disse eu para o taxista
Em poucos minutos chegámos ao “Chuka”, um café que também serve para “serviços não-legais”. Assim que Jerome me viu a sair do táxi saiu do café:
-Jay-Jason mano, chegaste depressa!
Jerome era um pouco mais baixo do que eu, mas mais musculado. Era caucasiano e tinha o cabelo quase rapado só com uma rasta atrás:
-Sabes como é Jerome, quando se quer ir à “9ª dimensão” uma pessoa fica maluca. -respondi
-Bora lá então mano.
Passámos pelas mesas e entrámos numa porta atrás do balcão. Depois havia um corredor e no final dele havia uma porta com um letreiro a dizer “Estufa”. Sorri quando li aquele letreiro. Jerome abriu a porta e entrámos numa sala completamente cheia de vasos…de todos os tipos conhecidos e desconhecidos de erva. Jerome aproximou-se de uma estante com o nome “Portal”. Nessa estante todas as plantas tinham o número de uma dimensão:
-Está aqui mano! “9ª Dimensão” é do melhor! -gritou Jerome
Ele passou alguns minutos a preparar os charros e depois começámos a fumar:
-Mano…é impressão minha ou vem aí um Minotauro? –perguntou Jerome
Ele estava muito mais mocado que eu e só depois percebi de que Minotauro estava Jerome a falar. Olhei para a porta e vi um grupo de 5 tipos grandes. Usavam coletes pretos e tinham imensas tatuagens nos braços:
-Hey Jason! Já não te dissemos que não te queríamos ver aqui caralho? Hum? E tu Jerome? Seu grandessíssimo monte de merda nós já te avisámos, mas tu se queres a mal então vai ser a mal. –falou o tipo da frente. Chamavam-no Skull, mas o verdadeiro nome dele era Ronald. Era o braço-direito do líder de um gangue que controlava aquela zona. Depois de eu ter alguns problemas com eles fui proibido de comunicar naquela zona com o Jerome ou com alguém do “Chuka”.
Ele sacou de um taco de basebol e partiu uns vasos que estavam perto da porta:
-É agora que levas um enxerto de porrada filho da mãe! – gritou ele
Os outros 4 sacaram de tacos de golfe, canos de ferro e ouve um que sacou de uma navalha bem afiada. Eles começaram a correr para nós e foi aí que acordámos para a realidade. Skull tentou-me acertar com o taco, mas eu saltei para trás. Quanto eu vejo Jerome a ser atingido por vários golpes de dois membros começo a sentir as mãos a ficarem extremamente quentes e apontei-as para Skull:
-Hey Ronald…chupa esta!-gritei
De repente dois feixes de luz, iguais ao que apareceu de manhã, saíram disparados das minhas mãos e voaram para a barriga de Skull que largara o taco. Aproveitei e corri para o taco, agarrei nele e acertei na cara de Skull, que estava curvado. Com a força que apliquei ele caiu inanimado no chão. Corri para os outros 2. Saltei com o taco atrás de mim e acertei-lhe nas costas. Pus o pé no chão e rodei o calcanhar, dando balança para atingir o outro na cara. Aquele que tinha a navalha atirou ao ar e agarrou novamente. Quando tentou acertar-me com ela criei um escudo no tronco. A lâmina embateu contra o escudo translúcido e escorregou, fazendo o homem cair com a cara no escudo. Elevei o taco e dei com ele no peito do homem que cuspiu um pouco de sangue. Fui ter com Jerome:
-Estás bem?
-Mais ou menos mano….ai!
-É melhor ires ao hospital pá.
-Ya ya…Vou dizer ao Tito para me levar e tu mano, desaparece agora. Toma leva a minha mota.
Ele deu-me as chaves da mota e fui buscá-la. Liguei-a e saí dali o mais rápido que consegui. Subi para o meu loft e fechei tudo. Só depois percebi na confusão em que me fui meter.

-Bom este treino é também um filler, e foi assim que começou, mas como no fim eu achei bem utilizar aqueles dois ataques nem que seja para ganhar um pontito :9-

__________________________________

Forget de past, live the present, change the future
avatar
Rich
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 84
Idade : 20
Localização : DCUO

Ficha do personagem
Nome: Jason Von D'Estaign
Localização: Nova Iorque
Dinheiro: 2250 caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: T1 - Conhecendo o team

Mensagem por Suaztik em Qua Jan 02, 2013 3:31 pm

Reservo.
avatar
Suaztik
Administrador
Administrador

Barra de Respeito das Regras :

Mensagens : 531
Idade : 22
Localização : under your bed

Ficha do personagem
Nome: Kayzuke Takai
Localização: Miami, EUA
Dinheiro: 250 Caps

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum